Buscar

Quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez?

Sabe essa frase, que vez ou outra invade o pensamento, ou a gente vê em algum post aleatório que passa no nosso feed? Um tanto clichê, não é?



Quem é que nunca se sentiu frustrado em não tentar algo novo que nunca fez antes?

Pois saibam que se olharmos da perspectiva de um bebê isso acontece todo dia, toda hora, ou seja, mais do mesmo. Os bebês são peritos em fazer algo pela primeira vez!


Ainda assim, existe um momento que a gente muitas vezes nem presta tanta atenção, que acontece de forma inesperada, e quando a gente se dá conta a rotina virou saudade e você se viu fazendo algo pela última vez.

As primeiras vezes são inesquecíveis mas, e as últimas?



A última vez que o seu bebê mamou na madrugada, a última vez que usou aquela roupa especial, a última vez que dependeu 100% da sua atenção para tomar um banho ou se alimentar, a última vez que ele coube no seus braços por completo, a última vez que foi até o seu quarto com medo de um pesadelo, a última vez que você leu uma história para dormir.


Um dia, e esse dia vai chegar, você se dará conta de que ele não vai mais precisar de você nas tarefas mais simples, que a dependência tão cansativa um dia fará falta. E aí aquelas gargalhadas banguelas de quem um dia dependeu tanto de ti, os chorinhos que pareciam uma incógnita, a boca e as roupas sujas, ficam guardadas só na nossa memória. E aí vem aquela saudade futura, de tudo o que está por vir, de todos os desafios a serem superados.


E quando um primeiro dia na escola chegar, e o ninho que você preparou de forma tão cuidadosa, não for mais uma troca integral, é quando a gente entende que parimos para ensinar a crescer, da melhor forma que conseguir, dentro daquilo que nos cabe, e com um aperto também, mas sem deixar de sentir orgulho e admirar o voo daquele que preencheu sua vida de momentos e também saudade.




Os filhos crescem, mas aquelas memórias que estão no nosso coração sempre irão trazer aquela saudade e a sensação de que tudo passa, as primeiras e até as últimas vezes.


Registre sua jornada. A Babuska faz isso por você, para você e com você.


Com todo amor que vive dentro do presente, passado e futuro, o antes, o aqui, o agora e o que está por vir.

Babuska.


Quer saber mais? Clique aqui e fale com a gente no whatsapp!



Texto: Aline Sudo e Deborah Evelyn