Buscar

Trabalho remoto com crianças em casa | Um guia de sobrevivência para as férias escolares

Hoje vamos acompanhar duas mulheres que conciliam a maternidade com o trabalho em casa e descobrir ainda algumas dicas que vão te ajudar a passar por esse período também.


Aline é gestora e líder de operações na Babuska. Mãe de 2 filhos, Matias de 4 e Benício de 6 anos, ela tem a guarda compartilhada dos meninos e divide com o pai o cuidado com as crianças.


Em um dia normal de trabalho ela acorda por volta das 6:00 da manhã, e entre fazer o café das crianças e agilizar algumas tarefas da casa, arruma as crianças e os deixa na escola. Durante a tarde ela se divide entre trabalhar e cuidar das crianças, quando está com eles.


Mas em tempo de férias escolares a demanda das crianças e da casa aumenta muito, e para ela, o primordial é a organização:



"Organizei minha rotina com as crianças de uma forma que ainda sobre um tempo para eu cuidar de mim mesma, fazer atividades físicas por exemplo. Antes da pandemia eu terceirizava muito mais o cuidado das crianças e principalmente da casa, mas agora, depois de todas as mudanças da minha vida, preciso me organizar pra dar conta das tarefas de casa, aquelas tarefas invisíveis, que nunca acabam e conciliar ainda o trabalho e as crianças. Acho que o que mais pesa é a quantidade de comida que tenho que fazer, pensar em todas as refeições. Costumo tirar um dia pra cozinhar e deixar várias comidinhas prontas para facilitar. Deixo sempre frutas disponíveis também, assim eles ficam livres pra escolher o lanche por exemplo e é uma coisa a menos que tenho que me preocupar"


A Poly é fotógrafa de partos na Babuska e editora de fotos. Ela tem 2 filhos, o Ravi de 9 meses e Clara de 4 anos. O marido também trabalha em casa e a família optou por contar com a ajuda de um babá.



"Ela é nossa salvadora da pátria. Ela fica de segunda a sexta de manhã e tarde, faz o almoço, que alivia muito o meu lado. Nos primeiros dias que eu não tinha a babá tive que contar com minha sogra. Sem rede de apoio é praticamente impossível dar conta de tudo."



Vem ver agora como elas se organizam para conseguir entregar o trabalho e ainda cuidar dos filhos nas férias.


Organização

Se tarefas como almoço ou janta tomarem muito tempo, você pode optar por cozinhar uma vez na semana e congelar, ou ainda pedir marmitas congeladas. Uma opção é deixar também algumas comidas semi preparadas para acelerar o tempo de preparo do almoço.


Aline "Estou sempre olhando na internet receitas práticas pra fazer com as crianças. Tem muita coisa que leva bem pouco tempo de preparo, é só se organizar."


Tenha um local de trabalho

No mundo ideal você vai precisar de uma mesa e um local minimamente tranquilo pra fazer seu trabalho e chamadas de vídeo. Esse lugar pode ser no quarto, cozinha ou até mesmo no quartinho do bebê se você precisa ficar de olho nele.


Poly "Meu marido também trabalha em home office, na área de T.I, e tem várias reuniões durante o dia. Aqui optamos por trabalhar lado a lado num quarto/escritório onde ficamos só nós dois."




Mas é claro que essa não é a realidade de todo mundo. A Aline que cuida das crianças sozinha, nos contou que prefere um lugar onde possa saber o que as crianças estão fazendo.


"Minha casa é pequena e eu trabalho na sala/cozinha. Eu trabalho na mesa de jantar, tenho uma cadeira de escritório e preciso trocar tudo da mesa a cada refeição. Não me sinto segura em ficar trancada num quarto porque preciso ver o que eles estão fazendo, um plano mais amplo para acompanhar enquanto brincam lá fora, por exemplo."


Alterne horários e conte com toda ajuda que puder

Quando se tem mais de um adulto em casa, uma opção é alternar os horários de trabalho. Numa parte do dia enquanto um trabalha o outro pode olhar as crianças. Quem não tem com quem dividir os cuidados é legal poder contar com uma rede de apoio, alternar com uma vizinha ou colega de trabalho por exemplo.


É o que fazem Aline e Júlia, colegas de trabalho: "Às vezes eu deixo meu filho mais velho na casa da Ju, já que eles são amigos. Quando tenho muita reunião e sei que o bicho vai pegar eu deixo na recreação ou então combino com uma amiga para colocar os filhos para brincarem juntos. Quando estão com outras crianças eles se entretêm muito mais."




Estabeleça regras

Às vezes pode ser confuso para a cabeça das crianças verem que você está em casa mas não está disponível para eles. O ideal é sempre explicar que você precisa fazer algo importante e que a melhor forma de eles te ajudarem é te dando um tempo.


A Aline faz o que ela chama de RITUAIS DE TRANSIÇÃO. São combinados que consistem em avisar a criança o que vai acontecer e quanto tempo vai durar.


“Eu faço muitos combinados com eles o tempo todo. Aviso sempre o que vai acontecer. Digo: Olha daqui a pouco é hora do almoço tá, então eu vou já desligar o computador aqui pra gente comer e vocês podem desligar a TV ou arrumarem os brinquedos."


Se eu sei que vou ter uma reunião e estarei com eles ao mesmo tempo, explico que vou falar um assunto importante do trabalho e que preciso que eles fiquem tranquilos, sem fazer barulho, e que depois iremos fazer algo legal."


Poly "A Clara às vezes aparece no meio do dia enquanto estou trabalhando, então eu sempre falo, filha agora a mamãe vai trabalhar. Ela, como tem 4 anos, entende um pouco mais e já consegue me ajudar."


Enquanto isso, crie uma programação para que eles possam estar entretidos. Uma ideia é procurar uma programação infantil com desenhos, músicas ou danças para gastarem energia.


Deixe eles sozinhos um pouco

Você não precisa monitorar cada passo deles. Ajude a cultivar a independência das crianças para se entreterem sozinhos. Com ajuda de livros, brinquedos, uma comidinha por perto ou brincadeiras no quintal. Assim eles não irão depender de você para tudo.




Crie ciclos de concentração

Fazer várias tarefas ao mesmo tempo piora a produtividade. O ideal é você separar um tempo pra fazer exclusivamente seu trabalho e outro período para dar atenção às crianças. Divida o seu tempo em períodos curtos, assim eles vão entender que assim que acabar aquele tempo eles vão poder recorrer a você. Não vão precisar esperar o dia acabar.


Aline "Quando estou sem as crianças, começo a trabalhar um pouco mais cedo e sigo sem pausa até a hora de buscá-los. Assim, tenho mais tempo durante o almoço para ficar conversando e interagindo com eles. Se é o meu dia com eles, a cada hora tiro uns minutinhos pra interagir e dar uma atenção. Tento não marcar reunião nos dias que estou com eles, e me programo para fazer as tarefas mais operacionais. No final do dia paro de trabalhar um pouco mais cedo e vou dar uma volta com eles no parquinho ou dar uma pedalada."



Poly "Como o bebê ainda mama eu não consigo trabalhar sem parar, preciso fazer várias pausas durante o dia.


Eu sempre tento acabar mais cedo pra ficar um tempo maior com eles, mas nem sempre é possível. Então às vezes eu paro na hora do almoço e dou uma atenção. Por que antes eu trabalhava autônoma e agora trabalho para uma empresa e entrou a babá, então é uma mudança muito grande na cabecinha deles."


Faça do seu jeito

O importante é que seu trabalho esteja sendo realizado, independente se você faz pela manhã, tarde ou enquanto olha as crianças. Tire algumas horas no meio do dia pra ter um tempo de qualidade entre você e seus filhos.


Não existem regras ou dicas que sirvam para todas as pessoas. Cada uma tem sua rotina.


Poly "Quando dá 5hs que a babá vai embora eu pego meu computador, um monte de brinquedos e vou pra sala com eles para tentar evitar que eles fiquem nas telas."


Aline "Eu faço parte de uns grupos de mães no whatsapp onde compartilhamos atividades, tarefas ou um canal novo no youtube com desenhos legais. Estamos sempre nos ajudando"


O mais importante é ter uma rotina e tentar não ser tão exigente com você mesma. Lembre-se que essa é uma época temporária, então tá tudo bem mudar um pouco as "regras". Tem que ser algo que funcione pra eles e pra você também.



E aí, quer tirar um tempinho nessas férias para curtir com as crianças? Vamos planejar com você um ensaio super divertido de férias. Quer saber como? Clica aqui para receber uma proposta.